Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: C:\Users\Ervas\Desktop\ervas e doencas\aborto_arquivos\image001.jpg

Voltar a pagina inicial

Inapetência

Fone 43 3325 5103

Inapetência ou perda de apetite

A inapetência é uma diminuição do apetite que ocorre com a diminuição na vontade de comer.

Ambos os transtornos mentais e doenças podem causar uma diminuição no apetite.


Descrição: Jovem, perda de apetite,inapetência

Chá de manjerona – Benefícios e propriedades

Descrição: cha-de-manjerona-beneficios-e-propriedadesDescrição: pau-pereira

 

Uma das plantas medicinais atuantes é a manjerona. Tendo como nome científico Origanum majorana L, esta planta é nativa da Europa, mas atualmente pode…

Categoria: Plantas
Tags: Asma, Bronquite, Catarro, Cólica, Diarreia, Gases, Gripe, Inapetência, Indigestão, Resfriado, Reumatismo, Tosse

Chá da planta Pau Pereira

Esta árvore brasileira, da família das apocináceas, é encontrada nos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia e Espírito Santo, e é bastante…


Em caso de perda de apetite, você também pode verificar os sintomas relacionados, tais como perda de peso ou desnutrição.
Estes podem ser graves se não tratados, por isso é importante encontrar a razão que causa a diminuição do apetite e tratá-lo.
A perda de apetite de origem psicológica pode ser perigosa para a saúde, em especial nas moças e repazes.
É necessário procurar imediatamente um médico se um adolescente recusa a comida.

 

Perda de apetite durante a gravidez

A maioria das mulheres grávidas têm náuseas e vômitos no início da gravidez (durante os primeiros três meses).
O segundo trimestre é muito importante durante a gravidez, porque o corpo da mulher vai começar a regulação para acomodar o feto.
Além de mal-estar e enjôos matinais, algumas mulheres grávidas podem perder o apetite.
Isto é normal e não é um motivo de preocupação.

Causas da perda de apetite

A inapetência ocorre principalmente por causa de náuseas. A sensação de enjôo matinal reduz o desejo de comer. Além disso, o vômito podem tornar muito difícil ganhar peso ou manter um peso saudável.
Há uma desaceleração geral do aparelho digestivo durante o segundo trimestre. A desaceleração é devido à pressão exercida pelo útero sobre a parte inferior do intestino.
Isto leva à diminuição do apetite e prisão de ventre durante a gravidez precoce.
A gravidez traz muito estresse físico, mental, emocional e hormonal.
Isto pode ser uma razão por que uma mulher grávida tem falta de apetite.
Outro fator que influencia a perda de apetite durante o primeiro trimestre é o aumento do nível de progesterona.
Este hormônio retarda todo o processo de digestão.
A maior absorção de água pelo cólon também retarda o processo de digestão.
Durante a gravidez também aumenta a ingestão de ferro que provoca constipação na futura mãe.

Considerações
Os hormônios e o tamanho da criança não são as únicas razões para perder o apetite durante a gravidez.
Muitas mulheres sofrem com flatulência ou ar na barriga devido a desaceleração do trato digestivo.
Os gases intestinais podem expandir o estômago e dá uma sensação de plenitude.
Além disso, o esfíncter do estômago superior relaxa durante a gravidez. Este muitas vezes causa azia e refluxo gastroesofágico no segundo e terceiro trimestre.
Por isso comer muitas vezes agrava a azia, as mulheres podem não haver vontade de comer para evitar os sintomas.

A perda de apetite durante a gravidez ou o terceiro trimestre é freqüente em algumas mulheres.
A pressão sobre o estômago pelo crescimento do feto pode levar a uma diminuição do apetite.
Quando a criança pressiona o estômago, se sente uma sensação de plenitude mais veloz, tornando-se difícil comer mais.
Não se esqueça que uma mulher grávida pode haver os mesmo disturbio no estômago de um adulto normal, por exemplo uma úlcera gástrica, a gastrite ou a infecção do helicobacter pylori.

 

Falta de apetite no terceiro trimestre da gravidez

Muitas mulheres dizem que têm muito menos apetite nos últimos meses da gravidez.
Uma razão é a pressão do feto no abdômen causando dor de barriga ou de estômago.
Existe simplesmente menos espaço para os alimentos. A melhor forma de combater a falta de apetite é comer alguma coisa, até mesmo um pequeno lanche a cada 3-4 horas.
Não beba água ou suco de frutas durante a refeição.
O líquido preenche o estômago rapidamente, deixando menos espaço para os alimentos sólidos.

 

Remédios naturais

Algunhas simples medidas podem ajudar a superar a perda de apetite durante a gravidez.
Estes remédios podem aumentar o desejo de comer, o que pode beneficiar a mãe e a criança.

  • Se você sentir a perda de apetite no primeiro trimestre da gravidez deve comer refeições menores.
    Quando se inicia a comer pequenas refeições ao longo do dia, o estômago se mantém cheio e a náusea é reduzida.
  • Não precisa esforçar de comer de manhã. Você pode comer um pouco mais tarde durante o dia, especialmente bebidas e alimentos saudáveis para compensar a perda de nutrientes pela manhã.
  • As mulheres grávidas devem beber 8-10 copos de água todos os dias para compensar a perda de apetite, no segundo trimestre de gravidez.
  • É necessário comer verduras e alimentos ricos em fibra.
  • As mulheres grávidas devem evitar refeições gordas ou alimentos que são difíceis de digerir e reduz o apetite.
  • As mulheres são aconselhadas a comer 5 a 7 pequenas refeições ao longo do dia, em vez das 2 refeições principais. O mesmo regime deve continuar se deve enfrentar a perda de apetite durante o último mês de gravidez.
  • Se você continuar a ter falta de apetite e você não pode comer os nutrientes que você precisa, você deve conversar com seu médico imediatamente. A perda de peso e desidratação devido à falta de apetite são muito perigoso para a mãe e o feto. As mulheres grávidas devem seguir a dieta BRAT. Na dieta BRAT com bananas, arroz, molho de maçã e torradas. Estes alimentos dão os alimentos adequados e não irrita o estômago. Raramente o cheiro desses alimentos causa náuseas. As mulheres grávidas devem evitar alimentos picantes, ovos e peixes: estes alimentos desencadear a perda de apetite e náuseas durante a gravidez.
  • Em alguns casos, até mesmo o estresse leva à perda de apetite ou perda da sensação de fome.

 

Perda de apetite em crianças

Existe momentos quando as crianças podem perder o apetite ou não querem comer na hora das refeições, especialmente à noite.
Isso pode ser assustador e preocupante.
Além disso, existem maneiras simples de fazer das refeições um momento agradável para a mãe, o filho e toda a família.

Os maus hábitos alimentares são difíceis de mudar
Comer em atmosfera positiva ajuda a crianças a desenvolver uma atitude saudável para si mesmo e a comida.
Comer juntos é uma maneira de ajudar seu filho a desenvolver uma habitude saudável em relação a comida.

Causas de perda de apetite, infantil
As vezes, as doenças provocam perda de apetite. Se seu filho tem uma dor de garganta, erupções cutâneas, febre ou outros sintomas, pode perder o apetite
Entre em contato ou consulte um médico se sua criança está mal ou não melhora.

Existe outra causa de perda de apetite em crianças, o regresso após as férias.
Desde que as crianças são habituais, é possível que o retorno a casa após um mês de férias pode causar sintomas como nervosismo, perda de apetite, dor de cabeça e fadiga.

A criança de um ano deve fazer a vacina hexavalente que tem este nome porque protege contra seis doenças: coqueluche, difteria, tétano, poliomielite, hepatite B e Haemophilus influenzae B.
Nos dois dias após a injeção, a criança pode ter perda de apetite.
Se a doença não é a causa da perda de apetite, há várias razões para que a criança possa não comer.
As causas podem ser:

  • A criança come entre as refeições
  • A criança bebe suco de frutas ou outros líquidos (excepto água) entre as refeições
  • A criança tem uma energia menor do que o habitual.

Para as crianças que têm pelo menos 1 ano, o apetite aumenta e diminui de acordo com a idade, níveis de energia, os períodos de crescimento e de temperamento.
Se o bebê parece saudável e feliz, provavelmente não há nenhum motivo de preocupação para uma diminuição temporária de apetite.

 

Descrição: Bebê, crianças, sem apetite, remédiosComo aumentar o apetite da criança

Existem algumas maneiras de incentivar a criança a comer:

  • Tornar as refeições divertidos. As refeições são momentos agradáveis importantes para as crianças que estão crescendo. Você tem que tentar torná-lo mais agradável para o bebé neste momento do dia.
    Você pode oferecer a criança alimentos diferentes e permitem-lhe escolher a comida que eles preferem.
    Não se concentre sobre o que a criança não está comendo, mas do que ela se nutrir.
    Pode ser mostrado com exemplos que comer é divertido e agradável.
  • Divisão de responsabilidade. Alguns nutricionistas incentivam os pais a adotar uma teoria que pode ser chamada de “Divisão de responsabilidade”. De acordo com esta teoria, os pais são responsáveis de fornecer a alimentação e a criança é responsável de quanto come.
    Os pais são responsáveis de fornecer alimento para a criança e ajudá-lo a tornar-se equilibrado durante a alimentação.
    Quando a criança cresce, os pais escolher e preparam os alimentos, oferecem lanches e refeições regulares tornando as refeições agradável e criar um bom modelo para a criança desfrutar a comida durante às refeições.
  • Os pais devem proibir a criança de comer lanches entre as refeições, encorajando-o a beber só água. Esta teoria dá a criança os nutrientes necessários dos alimentos que eles escolhem.
  • Sirva pequenas porções com freqüência. As crianças têm estômagos menores do que os adultos. Não coma muito durante as refeições.
    Cinco ou seis pequenas refeições ou lanches podem satisfazer as necessidades calórica da criança. Isto pode causar pequenos problemas na hora das refeições.
  • Varia o menu da criança. Ao preparar uma refeição para a criança, é necessário usar os alimentos de cada um dos quatro grupos alimentares importantes.
    Os produtos integrais como pão, massas, arroz, cereais e outros produtos de cereais enriquecidos com ferro, ácido fólico e outras vitaminas B, incluindo tiamina, niacina e riboflavina.
    Você pode oferecer a seu filho um monte de frutas e legumes cortados aos pedaços.
    A carne magra, aves e peixes, bem como tofu (requeijão de soja), feijão e lentilhas dar ao corpo do bebê as proteínas, as gorduras, as vitaminas e os minerais como ferro. Uma criança pode haver as comidas favoritas, mas novos alimentos podem ser introduzidos gradualmente. Você tem que estar preparado para a rejeição da criança aos novos alimentos no início.
    Você não deve forçar a criança a comer. As refeições devem ser um momento agradável para toda a família.
  • Não é uma boa idéia forçar seu filho a comer contra sua vontade. Isso pode desencorajar o seu filho a comer aquela comida especial no futuro.
    Instruir a criança para terminar todos os alimentos podem ter o mesmo efeito.
  • Quando a criança recusa a comida, quer afirmar a sua independência. Os nutricionistas dizem que a maioria das crianças come o que precisa.
  • Evite distrações. Evitar a televisão com volume alto durante as refeições. Outras distrações, como brinquedos ou livros não deve ser trazidos para a mesa enquanto se come.
    Evite beber antes das refeições, se você encher o seu estômago com água, a criança atinge a saciedade mais cedo.

Outras dicas úteis para tornar mais agradável a sua refeição

Prepare a criança para as refeições. É importante deixá-lo saber que se come 10 ou 15 minutos antes de servir a refeição.
Encoraje os seus filhos a ajudar na preparação de refeições. Ele pode lavar vegetais ou mistura de ingredientes.
Servir bebidas somente após o prato principal, para que a criança não enchar a barriga de líquido.
Coloca algum jornal abaixo e ao redor da cadeira da criança para evitar a sujeira após as refeições.

Hábitos alimentares saudáveis para a criança:

  • A criança deve comer alimentos nutritivos, lentamente
  • Tornar divertida as refeições, atribuindo nomes aos alimentos que a criança não gostam (como por exemplo”árvore esquisita de brócolis”)
  • Nunca use a comida como uma recompensa ou punição.

Apenas em casos de deficiências ou desnutrição podem ser tomados suplementos vitamínicos como centrum kinds.

Entre os remédios homeopáticos úteis o Natrum muriaticum que é indicado em caso de perda de apetite, perda de peso e desidratação na fase de convalescença após uma doença.

Pontos-chave
1. Se o bebê parece saudável e feliz, não há provavelmente nenhuma razão para estar preocupados com a perda temporária de apetite.
2. Faça das refeições um momento de diversão.
3. Sirva pequenas porções com freqüência.
4. Altere o menu da criança.
5. Não forçar a alimentação ou usar a comida como uma recompensa ou um castigo.
6. Evite distrações durante as refeições.

 

Causas de perda de apetite no recém-nascido

A perda de apetite nos recém-nascidos sempre coloca pais ansiosos, mas muitas vezes esperam que o bebê coma mais do que necessário.
Entre as causas da redução do apetite no recém-nascido incluem:

Refluxo ácido
O refluxo ácido é o retorno do ácido gástrico do estômago para o esôfago.
A acidez do estômago pode causar irritabilidade, dor e perda de apetite.

Alergia à lactose
A alergia às proteínas do leite de vaca (não deve ser confundida com intolerância à lactose) é uma doença em que o sistema imunológico do recém-nascido reage contra a caseína e soro de leite, ou seja as proteínas presentes no leite.
Isso pode causar dor de estômago, inchaço, coceira e dificuldade para respirar, sempre que a criança ingere lacticínios.

Infecções
Os recém-nascidos não têm o sistema imunológico maduro e são vulneráveis a infecções graves.
As infecções virais e bacterianas podem causar perda de apetite em um recém-nascido.

Dentição
A grande maioria das crianças vê os primeiros dentes entre 4 e 8 meses de idade.
Entre os sintomas dos dentes que estão nascendo são:

As causas da perda de apetite no adulto ou no idoso interessa especialmente a administração de medicamentos e as doenças oncológicas.
Alguns medicamentos como zoloft para tratar depressão ou pentrexyl® ( antibiótico a base de ampicilina) podem causar uma perda de apetite.

 

Causas de câncer e perda de apetite

O apetite em uma pessoa com câncer tem muitas causas:
Certos tipos de câncer, como câncer de ovário, pâncreas, tireóide, fígado e estômago podem causar uma perda de apetite.
Geralmente estas doenças afetam o metabolismo de uma pessoa (o processo do corpo que decompõe o alimento e transforma em energia).

Câncer avançado (que não pode ser curado).
Entre as causas da perda de apetite, em casos de tumor maligno na quarta fase incluem:
1. Alguns tumores podem causar um aumento no tamanho do baço. O aumento do baço (esplenomegalia) pode empurrar o estômago para criar um sensação de plenitude.
2. Ascite (acúmulo de líquido no abdome), pode criar uma sensação de plenitude, mesmo depois de comer uma pequena quantidade de comida
3. Medicamentos, quimioterapia, imunoterapia e antidepressivos (medicamentos que causam sentimentos de calma ou sonolência).
4. Radioterapia ou cirurgia em qualquer parte dos órgãos gastrointestinais tais como o estômago ou intestinos.

Parte superior do formulário