Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: C:\Users\Ervas\Desktop\ervas e doencas\aborto_arquivos\image001.jpg

Voltar a pagina inicial

Rins, doenças

Fone 43 3325 5103

Chás que ajudam a tratar problemas nos rins

Os rins são órgãos vitais no organismo humano. Para entender quão importante eles são, pense neles como um filtro, que irá filtrar toxinas, bactérias e outras substâncias que não são boas para o organismo, encaminhando-as para que sejam eliminadas através da urina. No entanto, caso não sejam bem cuidados, os rins podem perder a capacidade de exercer suas funções, ou obter problemas que causam muitas dores – como a famosa pedra no rim.

Descrição: Chás que ajudam a tratar problemas nos rins

Foto: Reprodução

Ao sentir qualquer dificuldade urinária ou desconfiança de problema renal, é fundamental e urgente que se busque o auxílio médico de um especialista, mas a sábia medicina natural também pode ter importante papel nesse tratamento, com diversos chás responsáveis por aliviar e tratar problemas renais. Conheça alguns eficientes e populares chás para este fim.

Chá de quebra pedra

Sem sombra de dúvidas, em boa parte do Brasil, o chá de quebra pedra é o mais indicado para dores renais, cistites e infecções urinárias. O motivo é que ele possui uma grande propriedade diurética, que estimula a eliminação de líquido, e consequentemente das bactérias, toxinas e até mesmo cálculos renais que estejam causando incômodo. É importante frisar que para que a “pedra” no rim possa ser expelida de maneira natural, ela deve ter determinado tamanho constatado por exames médicos e avaliados por um médico de confiança.

Cavalinha

Da planta cavalinha, são usados os brotos altos para a confecção de um chá que possui muitos efeitos benéficos em distúrbios renais suaves. Além disso, a planta ajuda a combater infeções bacterianas do trato urinário e a prevenir as pedras nos rins.

Chá verde

Popularmente conhecido por seu poder de auxiliar no emagrecimento, o chá verde pode ser encontrado para venda em forma de ervas secas ou sachês. Tem poder de dilatar os vasos sanguíneos dos rins, aumentando a capacidade de o órgão filtrar a urina. É muito popular devido às suas propriedades antioxidantes, que reduzem o estresse e as toxinas nos rins.

Salsa

Além de excelente tempero de cozinha, a salsa, rica em vitaminas A, B1, B2, C e D, ajuda a desintoxicar o organismo, controlar a pressão arterial e colaborar com o bom funcionamento cardiovascular. O chá da salsa atua como diurético, relaxante, digestivo e ainda elimina a retenção de líquidos. Este chá deve ser evitado por gestantes ou mulheres em fase de lactação.

Fora as citadas acima, existem outras ervas como as folhas de abacateiro e alfavaca, amor-perfeito, bardana, dente-de-leão e amor-do-campo, que auxiliam na limpeza dos rins e na eliminação das pedras.

Tratamento caseiro para a dor nos rins

Por Daiane Silva


Descrição: Tratamentos para dor nos rins

Tratamento caseiro para a dor nos rins

Por Daiane Silva

________________________________________

 

Acabe com as terríveis dores nos rins seguindo nossas dicas | Imagem: Reprodução

Aquela dor constante ou em cólicas, que começa na região lombar (nas costas, acima da cintura) e vem para a frente, na região abdominal, podem ser os temíveis cálculos renais, ou, como são conhecidos popularmente, pedras nos rins.

Estas são formações endurecidas, que resultam do acúmulo de cristais existentes na urina e se localizam nos rins ou vias urinárias. Esses cálculos podem passar despercebidos ou podem causar essas dores fortes, que podem ser acompanhadas de enjoos ou vômito e necessitam atendimento médico, conforme o caso.

Sintomas de cálculos renais

Suspensão ou redução do fluxo urinário;

Sangue na urina;

Necessidade mais frequente de urinar;

Infecções urinárias.

Causas para formação de cálculos renais

Grande quantidade de cálcio, fosfatos, oxalatos, cistina, ou falta de citrato;

Volume insuficiente de urina, ou urina supersaturada de sais;

Alterações de anatomia;

Distúrbios metabólicos do ácido úrico ou da glândula paratireoide;

Obstrução das vias urinárias.

Apesar de ser um problema bastante sério, que em certos casos necessita tratamento médico, algumas medidas e cuidados caseiros  podem ser especialmente eficazes para combater essa moléstia:

Beba 50ml de azeite de oliva e 50ml de suco de limão, acompanhados de bastante água;

Para prevenir o aparecimento de cálculos renais, é ideal o consumo de chás medicinais, como quebra-pedra, que ajuda a evitar o acúmulo dos cristais que formam os cálculos. O consumo de diuréticos, como este chá, deve ser moderado, caso contrário, pode até prejudicar ainda mais o tratamento, aumentando a dor e fazendo com que muitos sais minerais importantes ao organismo sejam eliminados. Por isso, o consumo máximo diário de chás diuréticos deve ser de até 4 xícaras.

Existem algumas recomendações, especialmente a título de prevenção dos cálculos renais

 

Beba muita água. Ela é um ótimo artifício na prevenção dos cálculos renais | Imagem: Reprodução

Beber muita água, de dois a três litros por dia, regularmente, é essencial. Essa é a medida mais importante para prevenir cálculos renais;

Quando houver a possibilidade de estar eliminando um cálculo, utilize um filtro de papel. A análise de sua composição pode colaborar com o médico na escolha do tratamento mais adequado;

O uso de medicamentos contra dor deve ser prescrito pelo médico, pois alguns deles são desaconselháveis para pessoas com problemas estomacais ou para gestantes;

Reduza a ingestão de alimentos ricos em proteínas e cálcio, se os cálculos forem formados por excesso de ácido úrico ou cálcio;

Procure atendimento médico, especialmente se tiver dores intensas

nas costas ou no abdômen e sinais de sangue na urina. Não se automedique nem faça o próprio diagnóstico.

Consumir frutas aquosas, como melancia, melão, abacaxi, etc. puras, ajuda a hidratação do organismo;

Tomar um caldo de potássio também pode ser muito benéfico para os rins. Ele é feito a partir de cascas de batata, cortadas bem espessas. Devem ser cozidas com cenoura, alho e aipo. Ferve-se por 30 a 40 minutos e, em seguida, coa-se e bebe-se este líquido. O excesso pode ser guardado na geladeira por não mais de 2 dias.

Ervas como dente-de-leão e garança são úteis também.

 Descrição: Beba muita água. Ela é um ótimo artifício contra os cálculos renais

ratamento caseiro para a dor nos rins

Por Daiane Silva

________________________________________

 

Acabe com as terríveis dores nos rins seguindo nossas dicas | Imagem: Reprodução

Aquela dor constante ou em cólicas, que começa na região lombar (nas costas, acima da cintura) e vem para a frente, na região abdominal, podem ser os temíveis cálculos renais, ou, como são conhecidos popularmente, pedras nos rins.

Estas são formações endurecidas, que resultam do acúmulo de cristais existentes na urina e se localizam nos rins ou vias urinárias. Esses cálculos podem passar despercebidos ou podem causar essas dores fortes, que podem ser acompanhadas de enjoos ou vômito e necessitam atendimento médico, conforme o caso.

Sintomas de cálculos renais

Suspensão ou redução do fluxo urinário;

Sangue na urina;

Necessidade mais frequente de urinar;

Infecções urinárias.

Causas para formação de cálculos renais

Grande quantidade de cálcio, fosfatos, oxalatos, cistina, ou falta de citrato;

Volume insuficiente de urina, ou urina supersaturada de sais;

Alterações de anatomia;

Distúrbios metabólicos do ácido úrico ou da glândula paratireoide;

Obstrução das vias urinárias.

Apesar de ser um problema bastante sério, que em certos casos necessita tratamento médico, algumas medidas e cuidados caseiros  podem ser especialmente eficazes para combater essa moléstia:

Beba 50ml de azeite de oliva e 50ml de suco de limão, acompanhados de bastante água;

Para prevenir o aparecimento de cálculos renais, é ideal o consumo de chás medicinais, como quebra-pedra, que ajuda a evitar o acúmulo dos cristais que formam os cálculos. O consumo de diuréticos, como este chá, deve ser moderado, caso contrário, pode até prejudicar ainda mais o tratamento, aumentando a dor e fazendo com que muitos sais minerais importantes ao organismo sejam eliminados. Por isso, o consumo máximo diário de chás diuréticos deve ser de até 4 xícaras.

Existem algumas recomendações, especialmente a título de prevenção dos cálculos renais

 

Beba muita água. Ela é um ótimo artifício na prevenção dos cálculos renais | Imagem: Reprodução

Beber muita água, de dois a três litros por dia, regularmente, é essencial. Essa é a medida mais importante para prevenir cálculos renais;

Quando houver a possibilidade de estar eliminando um cálculo, utilize um filtro de papel. A análise de sua composição pode colaborar com o médico na escolha do tratamento mais adequado;

O uso de medicamentos contra dor deve ser prescrito pelo médico, pois alguns deles são desaconselháveis para pessoas com problemas estomacais ou para gestantes;

Reduza a ingestão de alimentos ricos em proteínas e cálcio, se os cálculos forem formados por excesso de ácido úrico ou cálcio;

Procure atendimento médico, especialmente se tiver dores intensas

nas costas ou no abdômen e sinais de sangue na urina. Não se automedique nem faça o próprio diagnóstico.

Consumir frutas aquosas, como melancia, melão, abacaxi, etc. puras, ajuda a hidratação do organismo;

Tomar um caldo de potássio também pode ser muito benéfico para os rins. Ele é feito a partir de cascas de batata, cortadas bem espessas. Devem ser cozidas com cenoura, alho e aipo. Ferve-se por 30 a 40 minutos e, em seguida, coa-se e bebe-se este líquido. O excesso pode ser guardado na geladeira por não mais de 2 dias.

Ervas como dente-de-leão e garança são úteis também.